Risco hidrológico pode custar R$39 bi às hidrelétricas

O déficit de geração hídrica (medido pelo fator GSF, na sigla em inglês) deve custar R$ 39,7 bilhões às companhias hidrelétricas neste ano, segundo projeções da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) as quais o Valor teve acesso.

O montante é praticamente o dobro do custo do GSF de 2015, de cerca de R$ 20 bilhões. Naquele ano, esse problema chegou a travar o mercado livre de energia e o governo precisou publicar a Medida Provisória (MP) 688, convertida na Lei 13.203 de 2015, que criou uma alternativa de “seguro” para o risco hidrológico.

Veja aqui a matéria completa