A região Nordeste do País lidera o ranking de menor índice de água em seus reservatórios, na comparação com outras regiões brasileiras.

O balanço é do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) e acende a luz amarela no mercado gerador de energia elétrica, baseado praticamente nas usinas hidrelétricas.

Por conta da situação, o Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico se reunirá esta semana em Brasília para avaliar o cenário de fornecimento energético do país.

Na última sexta-feira (2), as bacias do Nordeste juntas registraram 13,76% da capacidade total de água em seus reservatórios. Os principais reservatórios da região são Sobradinho, com 8,35% da capacidade total; Três Marias, com 21,89%; e Itaparica, com 11,24%.

Expectativa
Na previsão do ONS para o mês de outubro, é esperado que os reservatórios da região estejam com 8,9% da sua capacidade total. Em 2014, o mesmo mês registrou 15,70%. As previsões de energia armazenada são atualizadas semanalmente.

De acordo com o ONS, apenas no dia 1º de outubro o Nordeste recebeu 1.002 megawatts médios (MWmed) de energia da Região Sul e produziu 9.136 MWmed. Essa transferência foi possível graças às boas condições do Sul do país. Atualmente, a região está com 77,32% da capacidade total de seus reservatórios preenchida.

Com isso, ela foi capaz de transferir, no mesmo dia, energia também para o Sudeste e Centro-Oeste (2.296 MWmed) e para o Norte do país (401 MWmed).

O nível dos reservatórios do Sudeste e Centro-Oeste está em 32,26%, mas a região começa a apresentar melhora em relação ao ano passado. Em 2014, o mês de setembro registrou 25,31% de armazenamento dos reservatórios. Desde julho o desempenho dos reservatórios tem superado o ano passado na região.

Fonte: Delcy Mac Cruz, Jornal Cana, 05/10/2015
https://www.jornalcana.com.br/crise-de-energia-eletrica-reservatorios-do-nordeste-so-tem-1376-de-agua/
WhatsApp chat